domingo, 9 de dezembro de 2007

Ciúme, Género e 2D:4D Digit Ratio

Justin H. Park, Martijn B. Wieling, Abraham P. Buunk and Karlijn Massar (2007) estudaram a relação entre digit ratio e o ciúme romântico. Sabemos que as mulheres são mais ciumentas do que os homens e, neste estudo, os autores mostraram que os homens com padrões femininos de digit ratio são mais ciumentos do que os homens com padrões masculinos normais de digit ratio, o que mostra o papel (organizacional) desempenhado pela testosterona pré-natal na diferenciação sexual do cérebro. (Convém dizer que a diferenciação sexual do cérebro não está somente sob controle hormonal. Diversos estudos recentes mostram claramente a existência de um mecanismo genético que parece comandar a diferenciação celular muito antes da testosterona ser libertada pelos testículos fetais.)
O a
bstract da sua pesquisa é este:
«The ratio of index finger length to ring finger length (2D:4D) is an index of prenatal androgen exposure. In a study with 71 female and 52 male undergraduate students, we assessed the relationship between 2D:4D and jealousy with respect to various dimensions of rival characteristics. Following the presentation of a jealousy-evoking scenario, participants rated the extent to which they would feel jealous if the rival possessed various characteristics (some which have been found to be more jealousy evoking for men, others which have been found to be more jealousy evoking for women). Men with higher, more feminine 2D:4D reacted more jealously toward more socially dominant rivals. Women with lower, more masculine 2D:4D reacted more jealously toward more physically attractive rivals. These results show that the level of prenatal testosterone affects which rival characteristics elicit the highest level of jealousy, which are different for men and women».
J Francisco Saraiva de Sousa

28 comentários:

Aveugle.Papillon disse...

As mulheres são mais ciumentas do que os homens? Interessante, porque realmente pensava e observava o contrário. :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Os homens manifestam mais ciúme sexual e as mulheres, ciúme emocional, afectivo. Depois existem determinadas características dos rivais que despertam esse ciúme, como mostra este estudo.

Aveugle.Papillon disse...

Ok, então é erróneo começar por dizer que as mulheres são mais ciumentas do que os homens. Até porque os ciúmes dos homens, podendo até ser "menores" (uma vez que já se percebeu que a difereça não é quantitativa, mas qualitativa) são sempre muito mais prejudiciais, porque podem ser levados ao extremo obssessivo.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

No entanto, são mulheres que recorrem frequentemente aos detectives privados para saberem onde andam e com quem andam os maridos. E a outra é, por vezes, o "outro". :)

Aveugle.Papillon disse...

Ahahah... isso é verdade! :D
Mas as mulheres aí têm alguma culpa; porque ignoram os maridos nas suas necessidades sexuais, ou, porque pretendem que eles sejam algo que não são. As mulheres pensam muito assim: "ele comigo ficará diferente..."; têm uma atitude reformista. Que, quase sempre, tem um fim dramático... :)

Como dizia Freud: "as mulheres quando não são satisfeitas só têm duas hipóteses: a neurose ou o adultério"; no caso dos homens (digo eu) eles só toleram uma hipótese: o adultério.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Afinal, Freud também procurava as diferenças sexuais. O homem é simplesmente promíscuo e, mesmo quando investe numa relação a longo prazo, não fecha a porta a múltiplas relações a curto prazo, do tipo "pila de fora e já está". :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Contudo, eles esquecem que as mulheres também lhes são infiéis e cada vez com mais frequência. :))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Essa coisa da "satisfação" é relativa. De facto, já ouvi mulheres a dizer que procuram esgotar os maridos para eles não as trairem. Alguns dizem que os controlam por aí ou pela quantidade de sémen (sic). Mas esquecem que o risco e a novidade excitam os homens... Mesmo "cansados" estão prontos a explorar a novidade: são buscadores compulsivos de novidades, novas sensações, alguns mais que outros, como é evidente. DRD4 (gene receptor da dopamina 4)é o gene associado a esse comportamento. :)

Aveugle.Papillon disse...

Há homens que não pensam assim. Comprometem-se mesmo.
Mas parece que as mulheres se atraem mais pelos demoníacos D. Juan(s)...
Por acaso, uma vez vi um documentário sobre a selecção sexual. E diante de vários tipos físicos de homens, as mulheres, segundo os critérios (homem para uma relação curta e homem para uma relação longa) escolhiam os homens mais "masculinos" (maxilares definidos, estrutura óssea mais larga - mais testosterona, basicamente) para one night-stand e os mais "femininos" (o contrário) para terem uma relação longa. Ou seja, inconscientemente as mulheres já sabem qual o "tipo" de homem mais inconstante, que trará mais problemas, mas ainda assim mais apetecível.

Aveugle.Papillon disse...

Sim, tem razão, por isso disse: alguma culpa. Não total, até porque a mulher pode ser uma excelente "amante" para esse homem e ele gostar precisamente de variar na ementa (uma imagem muito utilizada pelos homens quando justificam as suas traições).

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

É verdade: isso, a aparência, significa "bons genes". O rosto pode ser lido como um indicador de saúde e testosterona. Esses estudos movem-se no âmbito da teoria que tenho defendido.
Conheço o caso de uma professora que trai o mundo com tudo o que é homem desse tipo, até faz assédio a jogadores via telemóvel, com imagens íntimas. Até é malfeita mas anda com homens desse estilo, que por vezes a "chulam" ou dão "pancada". Apresenta o marido como "fraco" e nada "bem dotado". Teve um caso com empregado da escola... Triste sina a dela....

Aveugle.Papillon disse...

Sim, e o reverso: os homens heterosexuais gostam de mulheres com ancas largas porque supostamente elas serão mais férteis e boas parideiras - bons genes! ;)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

E a "beleza" física: é um dos traços mais admirado pelos homens, "mulheres belas".
Curiosamente, os estudos mostram que as mulheres gostam de homens peludos (hirsutistas), mas agora está na moda "rapar".
Apesar das namoradas dizerem que gostam, eles rapam, alegando conforto e higiene (na minha amostra).

Aveugle.Papillon disse...

Sim, noutro documentário que vi, faziam experiências muito engraçadas: por exemplo, uma "mulher bela" numa rua com dificuldade a carregar uma mala durante 30 minutos; e a mesma coisa, mas uma grávida e acho que outra mulher não tão vistosa e era impressionante ver a "amabilidade" dos homens diante da bela senhora (muito mais do que com a grávida!)...
Quase todas as mulheres que conheço da minha idade gostam de homens sem pêlos, mesmo aquelas que gostam de homens mediterrâneos (porque os nórdicos não têm muitos pêlos).

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Como explica essa preferência pelo homem rapado, Aveugle.Papillon? Agora é o investigador que está curioso! :)

Aveugle.Papillon disse...

Talvez como fenómeno de moda. Os rapazes vêem os modelos sem pêlos e querem-nos imitar. Da mesma maneira, as raparigas vêem os modelos como ideal de beleza masculina e querem-no possuir. A justificação é porque é mais bonito. Na região púbica porque é mais higiénico.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Sim, mais as outras vantagens de desempenho e profundidade. E também vêem filmes pornográficos.
:)

Aveugle.Papillon disse...

Vêem filmes porno, mas não é a partir dos filmes porno que se ditam as modas e ideais de beleza. Porque os actores pornográficos são feios, são escolhidos exclusivamente pelos seus atributos avantajados da zona pélvica. :)
(Profundidade? Pois, também será!)

Mas mesmo as próprias mulheres se preocupam em retirar os pêlos púbicos - importação do Brasil! :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Olhe que do Brazil nem sempre vem boa coisa.
Creio que os filmes porno mostram melhor as vantagens. (Também existem inconvenientes.)O modelo da moda é muito gay, a menos que defenda que os hetero imitam os gay!? Pode ser...

Aveugle.Papillon disse...

Sim, de facto. O modelo metrossexual representa alguma androgenia... A androgenia não tem necessariamente a ver com homosexualidade, é mais uma indiferenciação de género.

Aquilo que os filmes porno "ensinam" já o kamasutra e a ética tântrica preconizavam: que a mulher se rapasse.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Sim, as mulheres rapam-se e de todas as idades, bem como os homens, os que se rapam evidentemente.
Achei curioso ter associado a nova moda desse jogador de futebol inglês e androgenia... Também há o culto do músculo, aliás gay, desde os desenhos até à pintura ...

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Aveugle.Papillon: Onde foi buscar essa imagem? Já mudou 3 vezes de imagem. :)))

Aveugle.Papillon disse...

Não percebo porque é que o culto do músculo é gay, aliás que o culto da beleza masculina é gay. O hetero não se preocupa com beleza?

E mudarei mais vezes porque sou uma eterna insatisfeita. :PPPPP
A foto tiraram-ma.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Tudo começa com Tom da Finlândia e seus desenhos, a arte beefcake, fotografia gay, concursos de músculos, etcccc... longo para explicar.
Sim, os hetero gostam de ser bonitos, mas raramente confessam. Uma ou outra abertura...

Aveugle.Papillon disse...

Por acaso, acho que não. Todos os rapazes querem e gostam de ser bonitos, independemente da sua orientação sexual. E, sinceramente, ainda bem: é sempre um prazer ver pessoas bonitas e/ou arranjadas.

Sobre o texto acima: o Francisco é um bravo a defender assim as suas convicções. Mas os empregados de relações públicas que possam ler o seu texto não irão achar muita piada. A sobranceria da filosofia torna-se ridícula; se os que fazem filosofia querem destacá-la, ou dar-lhe o lugar que ela merece, é a provar a sua pertinência para com a sociedade actual. Por exemplo: a ligação com a matemática é interessante e importante - vou fazer um trabalho sobre isto.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Conte-me mais sobre esse trabalho.
não sou contra as relações públicas. Até já as defendi, mas há responsáveis desse curso que dizem "vão ser escravos de executivos". E um disse-me: "Dr., não dê pérolas a porcos". sintomático! :(

Aveugle.Papillon disse...

A partir do momento em que vivemos numa sociedade mercantilista e utilitarista todos somos escravos, tomos temos um peso. Quer sejamos relações públicas, filósofos ou artistas. As "tias-do-chá" e os "pandas" conhecem bem o seu peso.

O meu trabalho consistirá na demonstração que o ensino(competente) da filosofia faculta a compreensão e assimilação da linguagem matemática. E que uma deficiência da lógica no programa de ensino é um dos factores que concorre para o desastre que é o insucesso da matemática em Portugal. Isto integrará um projecto educativo maior.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Bom trabalho. Concordo plenamente! :)))