quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Theodor W. Adorno vota em José Sócrates

«A exigência que Auschwitz não se repita é a primeira de todas as exigências para a educação. De tal modo, ela precede quaisquer outras exigências que creio não ser possível nem necessário justificá-la. Não consigo entender como até hoje mereceu tão pouca atenção. Justificá-la teria algo de monstruoso em vista de toda a monstruosidade ocorrida. Mas a pouca consciência existente em relação a esta exigência e as questões que ela levanta provam que a monstruosidade não calou fundo nas pessoas, sintoma da persistência da possibilidade de que se repita no que depender do estado de consciência e de inconsciência das pessoas. Qualquer debate acerca das metas educacionais carece de significado e importância frente a esta meta: que Auschwitz não se repita. Ela foi a barbárie contra a qual se dirige toda a educação. Fala-se da ameaça de uma regressão à barbárie. Mas não se trata de uma ameaça, pois Auschwitz foi a regressão; a barbárie continuará a existir enquanto persistirem no que têm de fundamental as condições que geram esta regressão. É isto que apavora. Apesar da não-visibilidade actual dos infortúnios, a pressão social continua a impor-se. Ela impele as pessoas em direcção ao que é indescritível e que, nos termos da história mundial, culminaria em Auschwitz». (Theodor W. Adorno)
«Paz é um estado de diferenciação sem dominação, no qual o diferente é partilhado». (Theodor W. Adorno)
«O dogma da unidade entre teoria e práxis é, em oposição à doutrina a que se reporta, a-dialéctico: ele capta simples identidade ali onde só a contradição tem possibilidade de ser frutífera». (Theodor W. Adorno)
J Francisco Saraiva de Sousa

9 comentários:

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

O homófobo neo-nazi ataca Paulo Portas, de modo a apelar ao voto útil no PSD ultaconservador e castrador da MFLeite. Afinal, ele sempre foi uma laranja podre que simulou ser do CDS-PP. :(

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Manuela Ferreira Leite comporta-se como um zombie asfixiante que quer privatizar o ar que respiramos livremente.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A luta do PSD não é a luta pela construção de um mundo melhor, mas sim a luta pela manutenção do controle e da concentração dos escassos recursos nacionais por parte de uma família ideológica alargada de clones. O PSD trama conspirações fantásticas para eliminar os seus adversários políticos que têm um projecto verdadeiramente nacional. O PSD gerou quase toda a corrupção nacional que bloqueia o futuro de Portugal. Lutar contra o PSD constitui um imperativo nacional: o nosso futuro depende da derrota eleitoral do PSD de Manuela Ferreira Leite, a assombração de um regime musculado de Direita.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Manuela Ferreira Leite se não trata da saúde ainda vai parar a um sanatório: está com mau aspecto devido ao desespero em que vive.

Além disso, é extremamente antipática - não cumprimenta nem liga ao povo. Julga-se superior! Embora nunca tenha cultivado a mente e o espírito - triste licenciatura a sua! (O Jerónimo de Sousa conforta-a; afinal, não há diferenças entre os fascismo de direita e de esquerda!) :(

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Manuela Ferreira Leite quer privatizar tudo, como se os portugueses tivessem dinheiro para pagar os serviços que têm agora de borla! Vota PS!

Ah, como ministra da educação MFLeite proibiu os professores de conversar com a comunicação social, e, como ministra das finanças, foi aquele horror de má memória! Ela precisa de regressar à escola para estudar aquilo que nunca aprendeu antes, nomeadamente a falar e a expressar conceitos.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Nestas eleições, o PSD está a revelar o que sempre foi simuladamente - um partido ultraconservador e ideologicamente oportunista. Vota PS!

F. Dias disse...

Olá Francisco,
Vou votar no Partido Socialista.
Estou abismado com as sua ganas anti-MFL.

Maldonado disse...

O neo-nazi é um sofista de primeira! :-o
Direito negativo e direito positivo?! Ele inventa conceitos!
Do ponto de vista jurídico os conceitos por ele definidos são inexactos...
Será que ele se julga a reencarnação de Alfred Rosenberg? :)
Ele tem um inusitado ódio à esquerda, ao marxismo, a Sócrates e aos gays. Será que na infância foi violado por um esquerdista? :))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Olá Fernando Dias

Faz bem votar no PS. De facto, detesto este PSD da MFLeite, porque revela a face real do PSD: um partido que corrompeu Portugal e que, nesta campanha, montou uma verdadeira caça ao homem, José Sócrates. Os laranjas estão desesperados porque não querem mudar Portugal, temendo perder o seu acesso aos recursos nacionais que usou em benefício próprio.

Maldonado

O tal homem tem ódio à vida - um caniço que não pensa!