sábado, 10 de maio de 2008

Apito Final ou LusoNazismo?

«O terror torna-se total quando não depende de toda a oposição; reina supremo quando ninguém mais lhe barra o caminho. Se a legalidade é a essência do governo não-tirânico e a ilegalidade é a essência da tirania, então o terror é a essência do domínio totalitário». (Hannah Arendt) E é esta a essência do regime totalitário português de "justiça"!
A designação APITO FINAL soa como o velho slogan NAZI: a SOLUÇÃO FINAL, conspirada pela Liga Portuguesa de Futebol e Hermínio Loureiro, em conexão com as Trevas Lisboetas. Nem Oliveira Salazar conspirou um tal plano de extermínio do Norte: este plano foi implementado pelos governos pós-25 de Abril, sobretudo depois da adesão à União Europeia.

Na Alemanha nazi, era o genocídio dos judeus. Em Portugal, é o extermínio do Futebol Clube do Porto e da Cidade Invicta. À longa GUERRA PSICOLÓGICA que visava desestabilizar a equipa, o treinador, os dirigentes e os adeptos, tal como Hitler fez na Alemanha nazi, com a manipulação dos meios de comunicação social corrompida, acrescentaram a "solução final": tentar exterminar o FCPorto, de modo a deixar o Benfica vencer corruptamente, não dentro do campo, mas nos quartos escuros de gente suja.

Portugueses democratas, não os portugueses invejosos e fracos: Se não acordarem, acordarão sobressaltados num campo de concentração a trabalhar duramente para a engorda das elites luso-nazis! É assim que os regimes totalitários começam: propaganda e guerra psicológica, seguida da morte moral, jurídica e individual das pessoas (H. Arendt). Em Portugal, o Estado de Direito converteu-se em Direito do Estado de Lisboa. Este Estado é um regime totalitário judicial absolutamente italianizado: o cancro do sistema judicial português está a destruir todo o tecido nacional. O Conselho Disciplinar da Liga seguiu minuciosamente a prática terrorista nazi: "morte moral" levada a cabo pelos meios de comunicação social durante estes últimos anos, "morte jurídica" plasmada nas suas punições, das quais já resultou a destruição do Boavista, e "morte individual" prevista pela continuação macabra do processo de extermínio judicial do Porto. Nazismo puro: os incompetentes querem abolir a verdadeira inteligência em nome de uma pseudo-competência auto-atribuída. O governo fecha-se no seu autismo patológico, a Assembleia da República entrega-se a debates que mais fazem lembrar uma tourada ritualizada que uma ágora política, e os partidos políticos são, como sabemos, máquinas buscadoras compulsivas de empregos, status social falso e gestão dos dinheiros corruptos. A democracia portuguesa é falsa.
Portugal, mais precisamente Lisboa (Guerra Junqueiro), é o coveiro da inteligência, da iniciativa e do mérito. Por isso, nós portugueses não-invejosos sonhamos "em vão", porque os nossos "sonhos para a frente" (E. Bloch) são sistematicamente bloqueados e liquidados judicialmente por um sistema coerente e estável de luso-corrupção. A nossa história reduz-se à acumulação de fracassos e de sonhos judicialmente despedaçados: a vitória dos "vencedores" (W. Benjamin), isto é, dos homens pardacentos, reduz a nossa infeliz História Nacional à história da trapaça e da corrupção que enriquece os luso-corruptos à custa da miséria cognitiva e espiritual da maioria esmagadora dos portugueses. As pseudo-elites nacionais carecem de inteligência e de mérito e, por isso, não estimulam verdadeiramente a competência, o mérito e a igualdade de oportunidades, porque querem pastar e tomar conta de todo o pasto sem serem incomodadas pela luta pelo prestígio (Hegel).
O caso luso-nazi do Apito Final vem confirmar este traço constante da nossa odisseia: quem vence por mérito e esforço, como sucedeu nestas últimas décadas com o Futebol Clube do Porto, sob a excelente liderança de Pinto da Costa, uma inteligência desportiva brilhante (Gardner), é punido injustamente pelo luso-sistema corrupto, para beneficiar a "capital", o seu tom vermelho-verde-fascista e o seu grupo de conspiradores. Até o dinheiro (apoios comunitários) que vem da UE vai para os bolsos desse séquito de conspiradores medíocres que anseia gulosamente por uma cidade-região. Nós, os outros portugueses não-invejosos, deveríamos unir forças e recriar algo novo, absolutamente novo (E. Bloch), deixando a cidade-região entregue sozinha à sua gula.
As classes dirigentes nacionais fetichizam a linguagem política, recorrendo a estatísticas manipuladas e falsas, e tratam a realidade como se esta fosse um sistema-fetiche, cuja manutenção e reprodução são garantidas pelos aparelhos repressivos do Estado de Lisboa e pelo seu sistema judicial pidesco (Althusser). A ideologia jurídica, mais o seu complemento de ideologia moral, afirma falsamente estar ao serviço de todos os portugueses, dos seus interesses comuns e da sua liberdade. Porém, as noções da filosofia jurídica portuguesa têm a sua origem numa prática iníqua jurídica corporativista corrompida e a teoria crítica deve elaborar a crítica do DIREITO Português, que é sempre uma ideologia lisboeta que visa garantir a inviolabilidade do sistema luso-corrupto e da sua propriedade privada (Locke).
Todos os indicadores mostram que o "caso Apito Dourado" foi conspirado num quarto escuro sediado em Lisboa (Trakl). Ele revela o rosto da Corrupção Nacional: O "Apito Final" (a justiça desportiva da Liga) reaberto pelos magistrados de Lisboa, após a publicação de um estranho livro conspirado em quartos vermelhos. Foi montada uma longa campanha mediática coordenada por algum poder antidemocrático, visando denegrir a imagem do Futebol Clube do Porto e do seu dirigente, bem como do Boavista ou do União de Leiria. Hoje (9 de Maio de 2008), foi lida com voz vingativa a "sentença" do Conselho Disciplinar: subtrair seis pontos ao Futebol Clube do Porto, a descida de divisão do Boavista, a penalização do União de Leiria, o afastamento de Pinto da Costa, enfim pesadas penalizações ao mérito desportivo. Uma cabala bem montada não só contra o Futebol Clube do Porto e o seu dirigente, mas também contra a Cidade Invicta e o resto do país. Lisboa judicial está a humilhar o Norte de Portugal e o poder mostra-se incapaz de salvar o país dessa doença judicial. O Poder Político Central português perdeu a autoridade: o poder está nas ruas e o uso da força física ou jurídica só comprova que o Estado português não tem autoridade (H. Arendt).
Portugal não tem futuro e é uma vergonha internacional. Por isso, nos anos 60, os franceses colocavam placas nos jardins públicos a dizer: "Proibida a entrada a cães e a portugueses". Portugal é invejoso. Portugal foi amaldiçoado e a sua condenação teve início: o vermelho vai devorá-lo em chamas!
(Leia o resto aqui.)
J Francisco Saraiva de Sousa

146 comentários:

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Os portugueses são muito medrosos, fazem pouco uso da cabeça, são subservientes, e, se tiverem oportunidade, corrompem-se facilmente. Por isso, são tratados como cães! Uma tristeza este povo chegar a este ponto, porque não tem coragem para dizer: Não à Corrupção de Lisboa! :(((

BEJA TRINDADE disse...

Caro Francisco

Estou totalmente de acordo consigo nas duras criticas que faz à corrupção dos políticos que estão no poder em Lisboa.
Mas, já discordo do discurso separatista que faz dirigido ao povo de Lisboa, porque eles também são vitimas da corrupção da burguesia instalada no poder.

Viva a união entre o povo do Norte e o povo do Sul.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

As televisões nacionais são uma vergonha: Portugal é um bando de bananas néscias, invejosas e corruptas. Tudo isto está estampado no rosto dos "acusadores" que procuram visibilidade. O sistema de injustiça estende os seus tentáculos e invade territórios alheios de modo a corrompê-los. E o governo socialista actua como um boneco de porcelana: incapaz de fazer frente à corrupção.
Sujam-se nomes sem "relações causa/efeito" estabelecidas e, quando se diz que o futebol está mal de finanças, estabelecem "multas em milhares de euros". Uma vergonha!
A corrupção já não esconde o seu rosto!
Sócrates pede confiança para Portugal, mas nós sabemos que Portugal não a merece: tudo é falso e medíocre.
Portugal invejoso, Portugal atrasado, Portugal... uma fossa. E não há ninguém com inteligência capaz de dizer a VERDADE!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Eu não estava a falar do povo, mas dos corruptos ou daqueles que não deixam o país sair do atraso!
É preciso dizer a verdade: isto é um atentado à inteligência e ao bom senso!

Aveugle.Papillon disse...

Ai! N seja ingénuo...
Ou acha q o Pinto da Costa e companhia são todos íntegros?
Eu acho bem, talvez esta sentença acalme a promiscuidade do futebol (em todos os clubes). Na Itália foi levada com mais severidade, aqui, no país dos brandos costumes, ou dos bananas!, para utilizar a sua expressão, é mais leve a sanção. :)

Aveugle.Papillon disse...

Não à Corrupção de Lisboa!
Sim à corrupção do Porto!

Aveugle.Papillon disse...

:)))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Papillon

Sei que é uma pessoa inteligente e, como deve saber, o futebol tem vivido sem interferência de magistrados ou de indivíduos da família. Que estranho uma pesquisa da corrupção no futebol que a reduz à cidade do Porto e a Leiria: o resto é boa gente! Ora, o Benfica é o clube do fascismo e as suas "glórias" são fraudes. Basta consultar os jornais da altura para o constatar.
Entre Pinto da Costa, Valentin Loureiro ou outros e o presidente do Conselho Disciplina, acredito na palavra dos primeiros que trouxeram glória nacional: a chamada "justiça" traz lixo, corrupção e suja o nome de Portugal no Mundo.
É uma cabala invejosa que está a destruir o futebol nacional e os motivos são evidentes.
Lisboa tornou-se a capital dos loucos, dos corruptos e dos ladrões, aliás bastante burros. Isso é visível...
Se quer viver iludida e envenenada pela mentira, lamento, mas ser cumplice de uma conspiração maldosa não faz parte do meu sentido de verdade e de responsabilidade.
Não acredito no sistema judicial português! Só um louco acredita nisso.
Vencemos o campeonato nacional, a liga e a taça do mundo à custa de corrupção? Não faz sentido; só para atrasados mentais maldosos.
Mas cada um come a palha que quiser comer. Como não sou burro, não como palha!
Trocar dirigentes por magistrados cheios de ódio não resolve o problema do futebol, o problema criado por estranhos ao futebol. Os verdadeiros corruptos são aqueles que usam o poder do Estado para enriquecer e beneficiar privados. Não são os dirigentes desportivos mal vistos pelo poder.
Entre um político ou magistrado e Pinto da Costa escolho o último: tem obra e glória; os primeiros não trazem bem-estar aos portugueses mas penúria e infelicidade.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Não há corrupção política e judicial e desportiva de Lisboa, porque é ela que corrompe Portugal.
Aliás, os adeptos dos dois clubes de Lisboa são terrivelmente invejosos, vingativos e loucos: não sabem vencer no campo; por isso, recorrem ao sistema corrupto para não assumir o seu fracasso. São lixo.
Se os portugueses fossem dignos de humanidade, estavam na rua a derrubar o poder corrupto de modo a descobrir um futuro risonho.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

É preciso dizer a VERDADE: Portugal é um país de ladrões e o poder que o governa carece de inteligência. Por isso, somos miseráveis...

Aveugle.Papillon disse...

Bom dia.

Claro... claro...
A justiça é maldosa e Pinto da Costa o messias... se é isso q o faz feliz, "a gente" diz q sim. :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Ui Papillon: onde está o seu espírito crítico? Tem provas objectivas?
Contudo, a situação de miséria nacional testemunha a degradação do poder central! Ou acha que estaríamos nesta situação de penúria e de pobreza mental se essas elites fossem competentes?

Aveugle.Papillon disse...

O meu espírito crítico faz-me precisamente desconfiar do "ilustre" Pinto da Costa. As evidências que conheço são as que foram chegando à comunicação social, pois n tenho outra via de acesso. Não se trata de ser contra o senhor Pinto da Costa pq sou a favor (no meu caso) de um clube lisboeta. Isso é o raciocínio falacioso que o F. cai sempre, o qual, dada a minha "inteligência" que tão bem mencionou, e o meu despaego nestas questões, n cedo.

Aveugle.Papillon disse...

*desapego.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Papillon acredita na comunicação social! Que horror! A comunicação social é manipulada pelo poder!
Que tristeza! Hoje a Papillon não está aser crítica... Ou está a contar com a descida do Boavista para entrar na Liga! Pense... Não estou a ser emocional! Falácia é a justiça portuguesa!

Aveugle.Papillon disse...

Claro. N dá para discutir consigo. O Francisco está tomado por essa fé, logo, irrazoabilidade, que o impede de ver a verdade. Teorias da conspiração? Reduz-se a isso o seu caminho para a verdade?


Olhe: viva a Vanessa Fernandes! Ganhou pela 5ª vez o campeonato da Europa! Grande mulher! Grande campeã! Já estou ansiosa pelos Jogos Olímpicos! Gosto muito de ver.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Só os conspiradores dizem não acreditar na teoria da conspiração, porque são agentes interessados.
Por isso, não há mudança qualitativa. A Vanessa é-me in-diferente! Que desapareça do mapa!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Discutir comigo é possível, desde que o diálogo não assente em pressupostos falsos.
Ou pensa que a corrupção está no Porto? E Lisboa?

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Os crimes estão no Porto! Mas quem matou não é do Porto mas de Lisboa, segundo dizem...
Mentiras mentiras mentiras: eis a capacidade de Lisboa.

Aveugle.Papillon disse...

Eu n parto desse pressuposto, aliás esse pressuposto é exclusivamente seu.

Claro a Vanessa é-lhe indiferente porque os desportos nobres, atletismo, lhe são indiferentes, prefere o futebol vulgo.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Vulgo é o sistema judicial!

Aveugle.Papillon disse...

Olhe o Francisco chateia-me à brava:

1)mas o que tem a ver se os assaltantes ou criminosos são oriundos de Lisboa ou do Porto. A argumentação do F. é tão ridícula que chega a esse ponto "regionalista" ou "separatista"?

2)Eu realmente sou um "agente" muito "interessado". A mim é-me indiferente que o Porto ganhe. Sou do Sporting por um mero acaso. Termos orgulho naquilo q não escolhemos é ridículo (mais uma vez).

O Francisco está a ser patético e vulgar. E a Borboleta sente alergias em ambientes vulgares e do patético só gosta de ver nas tragédias.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Lá vem a linguagem do insulto! Típica de quem não pretende clarificar o mundo!

Aveugle.Papillon disse...

Lá vem a falácia do apelo à misericórdia.
O Francisco é que não dialoga razoavelmente sobre este tema, aliás, estou a ouvir o discurso do seu líder coroado e ele diz: " paixão de quem acredita". Ou seja não há RAZÃO. É uma questão de emoção e fé que varre o futebol! Por isso está a ser patético se se coaduna com isso. E vulgar, porque o vulgo precisa de excitantes para a sua vida. O seu já percebi q é o futebol.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

De facto, o Norte seria mais inteligente se olhasse para Barcelona e se fosse independente!
O Jardim ameaça com a independência da Madeira por causa do fascismo de Lisboa. É capaz de ter razão: Lisboa tornou-se uma fera louca e demente.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Pinto da Costa é inteligente e competente: tem obra mundial; os governantes têm o país num caos. E procuram sujar as glórias regionais e nacionais, das quais estão ausentes.

Aveugle.Papillon disse...

Sim, comparar Porto a Barcelona... mas olhe que qd vai a Barcelona eles comparam-se com Lisboa e n com o Porto, dada a proximidade da vida cultural e social. (Claro q Lx está a léguas de Barcelona)...

Então, já lhe dito noutra ocasião para formar um movimento independentista. Vc e os "bêbados" do café. Só esses pensam como o Francisco.

Aveugle.Papillon disse...

Francisco, está a ver uma manifestação à frente do Mercado do Bolhão! Vai lá estar hj à tarde? Tem de lutar pelo património da sua cidade!

Aveugle.Papillon disse...

http://manifestobolhao.blogspot.com/

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Papillon está a dizer bobagem: Lisboa não tem crédito internacional e muito menos em Barcelona! Acha que Barcelona sabe o que é Lisboa? Nem Madrid eles suportam!

Sou a favor da transformação do Bolhão! A Papillon é agressiva e trata as pessoas do Bolhão com desprezo. O Bolhão vale mais que o Terreiro do Paço.

Aveugle.Papillon disse...

Bobagem? É louco! Só se qd eu estou em Barcelona eles são muito simpáticos. Mas eles falam sempre maravilhas da cidade de Lisboa e dizem q são cidades-irmãs. :p

ah ah ah sou agressiva! n sabe o q diz. sou cruel. isso sim. mas é por divertimento. hj à tarde vou ao museu do Oriente, mais uma inauguração nesta fabulosa cidade branca.

Aveugle.Papillon disse...

O terreiro do paço? è a praça mais linda do mundo! Ainda n vi outra igual!

Aveugle.Papillon disse...

O Francisco teve algum trauma aqui em Lx, n teve? É que só pode.

Eu sinto-me muito bem no Porto, sempre lá fui feliz.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Branca? Lisboa está suja e podre!

A Papillon não distingue entre mentira e verdade: prefere escutar as mentiras à medida da "masturbação mental lisboeta"!

Terreiro do Paço: Praça mais linda do mundo? Francamente, é horrível... Mesmo feia, muito feia.

A Papillon é bairrista! Leu o que os franceses escreviam nas placas dos jardins? sabe como os tugas são tratados pelo mundo fora e na Europa? Sejamos realistas: o país está muito atrasado, todo ele.

Eu, trauma em Lisboa? Papillon: os portuenses não gramam Lisboa! Mesmo nada e vai acontecer algo estranho depois desta traição da capital da CORRUPÇÃO.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Aa Papillon nem sabe o que diz! Nem sabe que nasci e vivi em Lisboa!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

O meu discurso não é contra Portugal, os portugueses ou mesmo Lisboa! Denunciei uma cabala contra o Norte e o Porto.

Se quer saber a verdade, as nossas cidades estão cada vez mais feias, devido à estupidez de quem decide. Não adianta pintar: a merda está na estrutura.

Aveugle.Papillon disse...

ah! fez-me rir... conseguiu-me fazer rir! bravo! :)))

Está bem. Eu vivo numa cidade onanista que, definitivamente, traumatizou o pequeno Francisco, para dizer tais disparates...
O único amigo portuense q n gosta de Lisboa foi pq teve traumas aqui, qd entrou na faculdade, de tal maneira, q desistiu de estudar e regressou à cidade invicta e só vem aqui de passagem ou para visitar amigos, os poucos q fez aqui.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

E não fale dos espanhóis! Eles não nos gramam, mas estão a tomar conta paulatinamente das nossas empresas. mesmo das culturais.
Os galegos gostaram mais do Porto (não de Lisboa) do que actualmente, suponho. Eles estão a crescer; nós a regredir com a ajuda dos poderes centrais e regionais.

Não defendo nenhum separatismo: defendo fracturas que mobilizem Portugal para uma nova fase de ORGULHO nacional. Mas a chamada justiça aporcalha o sonho: fomos italianizados! Itália é o horror das máfias e da histeria matrona colectiva!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Lisboa nunca foi uma cidade bonita!
Aústria, sim, tem cidades bonitas.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Também não digo que o Porto seja neste momento uma cidade bonita! Tem potencial, mas não o sabe aproveitar devido à estupidez regional e à corrupção central.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Qualquer capital da Europa mostra como Portugal está sujo, sobretudo as da Europa central: Aústria, Alemanha e Hungria.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

AAbra os olhos e veja como os jornalistas portugueses são tratados no Ocidente! Como "arábes" analfabetos e saloios poluídos!
Veja o caso Maddie! Veja tudo e tire conclusões sábias! É preciso mudar... antes que seja tarde.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

E novamente o FCPorto: as televisões nacionais mostram a decadência e a corrupção de qualidade do jornalismo português... As expressões faciais revelam a qualidade ou falta de qualidade das almas!!

Aveugle.Papillon disse...

Prefiro a Itália a Aústria. Beleza sensaborona?? No, thanks. Gosto da beleza sim, mas prefiro a vida. Os austríacos q conheci eram de me fazer dar um tiro na cabeça. Completos freaks. Aliás, n é de estranhar os casos de horror serem na Aústria. Tb eu ficava louca se vivesse num país daqueles.

A comunicação social internacional tb é viciada. Pouco me importa q nos olhem como árabes. Aliás, somos árabes, por isso, fazem a leitura correcta. :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Lisboa traz a marca saloia! E nunca se libertará dela. Até a realeza tuga era desprezada no seu tempo pelas realezas europeias: feios(as), assim eram retratados os seus membros.

Acreditar que Lisboa é grande e bonita cidade é onanismo pacóvio! Porque não é: Basta comparar com outras capitais. Salta à vista... e escutando as pessoas, salta à mente!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

É isso que os estrangeiros querem ouvir dos tugas: "somos arábes". Mas eu sou português e não sou arábe e muito menos subserviente a esses estrangeiros. Sei submetê-los e humilhá-los... quando necessário... Como vê, não me deixo amordaçar ou corromper...

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Itália não é modelo que Portugal deva seguir! Itália é outra vergonha!

Aveugle.Papillon disse...

Lisboa é bonita sim. Se n gosta, n coma. É-me indiferente o q pensa. Conheço inúmeros estrangeiros q aqui moram e outros q aqui gostariam de morar e todos amam Lisboa.
Lisboa, Lisboa, Lisboa. Até me dá prazer pronunciá-la e escrevê-la... E agora esta tágide, pede licença, ao austríaco-sensaborão-ba-ba-ba-bolhão-chato que vai sair...

E quanto ao ser árabe. N me importo nada, já pensei em ir viver para Marrocos e tudo. E casar com um príncipe marroquino, fumar shisha e contar histórias de encantar até amanhecer...

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Quanto às loucuras dos austriacos, devo lembrar que elas também existem em Portugal e no resto do mundo. A diferença é a nossa cultura do medo, do silêncio e do onanismo lisboeta. Mas aí existem muitas mulheres visíveis espancadas pelos maridos!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Tudo o que diga do Porto também me é indiferente! Quem acredita nas palavras pronunciadas de modo lisboeta!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

... sim, a ralé estrangeira diz gostar de Lisboa, mas são ralé, como sabe. :)))

Aveugle.Papillon disse...

Perdão!

A diferença é q n digo mal do Porto! Eu adoro o Porto. N me confunda consigo!

Aveugle.Papillon disse...

ralé é o Francisco. ralo ralo ralo de vida e beleza e pensamento verdadeiro. está-me a irritar.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Papillon não gosta de escutar as verdades! Por isso, embarca nas mil e uma noites! E com essa treta não se vai a lado algum. Mas, se não são ralé, mencione um nome interessante, Papillon irritável...
Eu sou realista e persigo a verdade: as mentiras condenam o país ao atraso, como se vê... :(((

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A BIG Ralé está em Lisboa, a capital que gere a miséria nacional.

Aveugle.Papillon disse...

É isso vou já para as Mil e Uma Noites...

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Papillon é tão onanista que até é capaz de comparar Lisboa com Londres ou Paris! Os milionários vão para Londres, não para Lisboa.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Bye, Papillon arabesca... :))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Amigos socialistas e democratas:

Já não podemos alimentar ilusões: o PS não vai vencer as próximas eleições. Sei bem que José Sócrates não é desejado pelo povo português e, a avaliar pela vossa perspectiva, já não conta com o apoio dos socialistas que estão cansados do autismo e da passividade deste governo.

Contudo, não temos alternativa: o PSD não tem crédito, até porque é responsável pela degradação do regime português. O melhor é não votar em nenhum partido em sinal de recusa: a Grande Recusa!

Porto, Porto, Porto, que bom é dizer PORTO: Diz não aos partidos políticos existentes.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Todos os portuenses devem unir-se e lutar contra o poder estabelecido. Não tenham ilusões: o poder central está a esmagar a cidade invicta (e o resto do país), manchando a dignidade dos nossos clubes de futebol, dos nossos magistrados, das nossas polícias, dos nossos cientistas e universitários, dos nossos engenheiros, dos nossos empresários, dos nossos autarcas (alguns demasiado gulosos, como sabemos), enfim das nossas populações. Devemos exigir nativos nos nossos órgãos de decisão regional.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Reparem que nenhum partido político se pronunciou contra esta sentença do Conselho Disciplinar da Liga: sinal evidente de que são estruturas degradadas e corrompidas pela gula do poder central.

Um homem deve ter coragem de SER! Tenham DIGNIDADE e lutem pela JUSTIÇA.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Pelo menos uma vez na vida, mostrem que ainda são HUMANOS!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Acho graça quando os inimigos do Porto dizem que gostam do Porto mas não do FCP. Ora, as duas realidades são inseparáveis e os portuenses não devem embarcar na "cantiga do bandido", mesmo que chorada, como o fazem os de Braga.

A inveja condena os seus portadores à miséria!

Aveugle.Papillon disse...

Naaaa... comparar Lisboa com Londres ou Paris... o F. é tão exagerado! Digo que Lisboa é uma cidade bela porque o é. :)
Não acha Lisboa bonita? Tem de conhecê-la em profundidade... é como uma mulher insinuosa, com recantos :)

Quanto aos partidos, concordo consigo. N sou fiel a nenhum, prefiro votar em pessoas, mas acabam por n sair do mecanismo partidário previsível...

Então, q faz aos portuenses q não são do Porto ou n gostam de futebol, são ilegítimos? Tótó!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Esses são do Boavista que é um clube do Porto: não os exclui.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Ou do Salgueiros ou outro clubinho, mas tb são do Porto: dupla filiação: FCPORTO e outro clube da city ou arredores.

Os estrangeiros não gostam de Lx, porque não gostam dos tugas. É tudo fingido o que dizem e, se a tótó da Papillon, fizessem outro jogo, em vez de aguardar ouvir mentiras, eles diziam-lhe o que efectivamente pensam de Lx. Aliás, eles preferem a praia...

Aveugle.Papillon disse...

Mas os seus amigos e colegas pensam como o F.? É que eu às vezes dou por mim a lê-lo nestes assuntos e a pensar se realmente é o que sente ou se padece de forte bom-senso - refiro-me ao antagonismo Lx vs. Porto figurado em símbolos clubísticos. Parece-me uma miragem... mas talvez seja do meu modo de ser "arabesco", ou arábico, habituado ao deserto. :)

Não diga isso... os estrangeiros gostam mesmo de Lisboa. :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Eu prefiro cidades que se autoconstruiram e não cidades malandras que crescem à custa da pilhagem nacional. O Porto é granito e único no seu género e seduz deveras os estrangeiros, muitos dos quais vivem no Porto desde tempos imemoriais: o vinho do Porto e as famílias inglesas.

O Porto é uma cidade independente com grande história de autonomia: uma cidade burguesa que construiu muito com dinheiro vindo do Brasil. A linha que pretendia ir até salamanca foi construída com capital da burguesia, contra a vontade da realeza e da capital. A nossa arquitectura simbolizada na Avenida dos Aliados é heróica: as casas apalaçadas, os edifícios nobres, as igrejas, as estações, Nasoni, Serralves, as pontes... etc.
Lisboa singrou depois do 25 de Abril à custa de políticas irracionais que destruiram Portugal. Além disso, Portugal vem do Porto!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

AAssim, a Papillon não ajuda a mudar de rumo: os estrangeiros não nos respeitam deveras e não trocam a sua capital por Lx. Seja realista!
Tenho estrangeiros na família, torcem por Portugal desde que não colida com a sua terra natal. Podem gostar da arquitectura e da comida do Porto, mas n gostam dos tugas, de resto vistos com olhar superior.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

E os portugueses que vivem nesses países, Europa e USA, querem regressar a Portugal. Sabe porquê? São vistos a partir de CIMA...

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

O Palácio de Cristal que foi demolido para dar origem ao pavilhão Rosa Mota: a idade da indústria pesada e as pontes eiffel. Lisboa não tinha nada disso. Até o Bolhão...
Faça justiça à história da Invicta! E se há instituição respeitada e desejada no estrangeiro é o FCPorto, e, no Reino Unido, o Vinho do Porto.
A decadência que se vive hoje foi imposta por Lisboa, sobretudo a partir da era cavaquista, extremamente demolidora.
Os portueses que pensam de maneira diferente são suspeitos: talvez estejam comprados aí no terreiro do Paço.
Porém, o capital ainda é do Norte: Belmiros, Amorins, etc. Mas o estado inventou o capitalismo de Estado e amansou os empresários, agora dependentes dos subsídios.
Acha que os políticos são respeitados no estrangeiro? Não: são "bons alunos" e capachos dos GRANDES.

Aveugle.Papillon disse...

Mas porque insiste em fazer um elogio ao Porto, em detrimento de Lisboa?
Já me leu alguma vez a criticar a cidade do Porto?
Não entendo. É obssessivo.

Aveugle.Papillon disse...

O que eu critico é essa rivalidade infundada e diante de tal "ódio", defendo a cidade onde vivo, com muito prazer. :)

Aveugle.Papillon disse...

Sobre a portugalidade e o ser português, já de outras vezes discutimos esta matéria, e chegámos à mesma conclusão: é submisso e cobarde, daí ser facilmente corruptível.

Aveugle.Papillon disse...

Os portueses que pensam de maneira diferente são suspeitos: talvez estejam comprados aí no terreiro do Paço.


Enfim. Só dá mesmo para rir...

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Papillon é que não aceita que os outros falem da cidade de coração: eu apenas defendo O Porto.
Parece-me que a Papillon vê o Porto a partir das telenovelas da TVI. agora empresa espanhola.
Não critiquei Lisboa: apenas o poder central. As pessoas de Lx têm uma vida stressante e massacrada: Basta ter de atravessar a ponte para o sentir. Aliás. a maior parte dos lisboetas são do resto do país.

Não é só isso que os gajos criticam nos tugas: não são trabalhadores, disciplinados, educados, inteligentes, produtivos, etc. E têm infelizmente muita razão.

Como pode imaginar, existem diversos tipos de portuenses e de portistas, porque o FCPorto é um clube nacional, não regional. Existem tripeiros de gema que são idiotas completos e corruptos. Sou verdadeiro! :)

Aveugle.Papillon disse...

Parece-me que a Papillon vê o Porto a partir das telenovelas da TVI.

Por que acha isso?

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Já lhe tinha dito que, com excepção do Distrito e do Grande Porto, os portistas concentram-se ao longo do Douro e na margem sul do Douro, até Aveiro, Coimbra, Leiria, Fátima e Lisboa e Sul tb. Aveiro e Porto são distritos muito unidos. (O Benfica é miragem e projeção do fascismo. Os jovens hoje são dragões azuis: marca de qualidade e de sucesso.)
O PSD destruiu Portugal: um partido louco e guloso.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Porque não reconheço o Porto ou mesmo Lisboa nas imagens que dá: nunca conheci uma lisboeta como a Papillon. Conheço centenas de lisboetas, tenho mais de metade de família daí, e nunca se discutiu assim, mesmo quando são de outros clubes, embora os jovens já sejam dragões.

Aveugle.Papillon disse...

Bom, o F. n respondeu à minha pergunta, porque diz coisas sem serem pensadas nem justificadas. Continue com a sua ofensa em tom de marcha da indignação...

Aveugle.Papillon disse...

Qual foi a imagem do Porto q dei, então?

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A imagem da Papillon: a linguagem com "bs", "bebados", "corruptos", "vulgos", "patetas", "feios", Bolhão...
Na realidade as telenovelas são mitologia trolha: usei as telenovelas porque elas é que dão uma imagem deslocada de Lx e de Portugal: a vida é dura em Portugal.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Contudo, sei que a Papillon não liga a telenovelas e que conhece o Porto, até pk tem família do Norte! Não a estou a criticar! :)))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Estou indignado, não consigo, mas com o poder estabelecido e com a injúria macabra montada contra o Porto.

Aveugle.Papillon disse...

Ok. Já respondeu a si mesmo, então.

Francisco dixit et Papillon fugit.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Já me devia conhecer: não suporto injustiça e humilhação. Podia ficar quieto, porque nada disso me afecta, mas prefiro mostrar solidariedade com os ofendidos. sejam eles donde for. É o meu sentido de responsabilidade, quase a la Levinas! :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Já me viu a dedicar algum post contra outros clubes ou a insultar alguém ou a desejar mal a alguém? Nunca, e sabe porquê? Não sou invejoso, injusto ou difamador e muito menos carrasco. Durma bem!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Gosto de jogo limpo! E vencer sem truques tugas! Clean...

Manuel Rocha disse...

Bem, tenho uma declaração a fazer, Papillon:

Eu sou um Principe Marroquino !!!

:))))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Oi Manuel

Aguardo o seu novo post!
Também temos uma sede em Marrocos! E alguns marroquinos aqui! :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Aliás, a minha luta é contra o Direito em Portugal! Como é que um país pobre pode mandar pessoas para as prisões e aplicar multas milionárias! Um contrasenso paradoxal! Considero as prisões e o recurso a essas penas barbáras! Nada justifica tirar a liberdade de movimento a outrem e prendê-lo como um animal! Mais outra "escola do crime": o Direito (lei) cria os seus criminosos e os crimes a partir de burocracias semânticas!

Aveugle.Papillon disse...

Oh! O Manuel gentil como é, só poderia ter sangue real! ;)

Manuel Rocha disse...

Sim Francisco, é natural que se tenha sede em Marrocos, sobretudo no verão, que é quente ...;)))

Post é já amanhã! Prometido!

Quanto ao tema do seu post, outro dos meus defeitos, além de não ver TV, é que não ligo à indústria de alienação futebolistica. É um dos meus exercicios práticos de direito à recusa.

;))


Dama Papillon,

( dupla vénia )

Vossas palavras são sempre brisas de saudosas vagas marinhas sorrindo azuis.

;)

Aveugle.Papillon disse...

:)))
As vagas de homens gentis e de nobre sensibilidade é que estão a extinguir-se à rapidez da extinção dos corais marinhos!
Devia ter nascido noutra geração!
;)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Bom dia amigos! Medito! :)

Manuel Rocha disse...

Meditar é o seu oficio, td bem !
Mas hoje tire folga. Não medite. Exista apenas. Tb faz bem !

:)))

Manuel Rocha disse...

Papillon,

O fenómeno que refere deve ser devido às "alterações climáticas".

;)

Quanto às gerações, bem...prefiro falar de maturidades inteligentes, como a sua. Porque idiotas imaturos encontram-se em qualquer geração. Certo ?

;)

Aveugle.Papillon disse...

Bom dia caríssimos!

Caríssimo M.,

Eu sei, foi uma analogia q fiz. :)

Talvez tenha razão, mas como sempre tive necessidade de estar com pessoas mais velhas, tenho a impressão de um "escoamento" de "maturidades inteligentes". :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Papillon e Manuel

Estes termos usados: "idiotas imaturos" e "maturidades inteligentes" são deveras interessantes: sou capaz de os usar na teoria da recepção em relação ao papel do leitor, porque há leitores "imaturos" ou pouco "inteligentes", os que empobrecem os textos ou que lêem sem compreender. Leituras emotivas destituídas de maturidade inteligente.

Estou farto de rir, porque descobri por acaso uma conexão cultural do hirsutismo: as mulheres preferem homens peludos (diversos graus) ou depilados? A resposta depende muito dos factores étnicos e culturais.
Outra questão: os homens preferem mulheres musculadas ou do tipo "top model"? Há os que preferem mulheres musculadas! :)

Aveugle.Papillon disse...

Para quem vive em Lisboa ou próximo, aconselho ver a exposição "Revolução Cinética" no Museu do Chiado: exposição de arte cinética com peças de Duchamp, Bridget Riley, Jesus Soto (explorar a instalação no jardim!), Vasarely, Nadir Afonso e a sua tela em movimento, que infelizmente só esteve a funcionar no dia da inauguração (motores antigos!) e as nuvens mecânicas de René Bertholo tb estão sem "kinesis" - movimento! Mas vale a pena ir e sobretudo ver o documentário do ainda muito jovem Brian de Palma - "Receptive Eye".

Manuel Rocha disse...

Centésimo comentário !

P.,

Será devido a um certo tipo de alienação deslumbrada que nos dissocia do sentido ?

F.,

Entre as top e as musculadas, escolho uma terceira via; a harmonia inteligente, onde a beleza e a sensualidade se redefinem numa variante rara de mulheres - as Mulheres.

Complica-lhe a tese ?

:))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Não me complica a tese. Ainda não compreendi como se pode gostar de mulheres extremamente musculadas, porque parecem muito homens. Um homem musculado exageradamente não deixa de ser homem; a situação com as mulheres que fazem culturalismo é mais delicada: parecem homens, até porque tomam drogas androgénicas que fazem mal à saúde.

A inteligência não parece estar muito ligada ao aspecto físico: há pessoas inteligentes em diversos formatos corporais, embora possa estar mais associada ao "magro".

A depilação pode ser vista da perspectiva da maturidade: sinal de eterna juventude (pré-adolescente) corporal em detrimento da maturidade inteligente.

Aveugle.Papillon disse...

M.

N percebi a sua pergunta. Vou arrumar a cozinha.

Manuel Rocha disse...

P.,

Era em relação ao "escoamento das maturidades inteligentes" ;)

Quer ajuda com a cozinha ?


F.,

Aspecto fisico e inteligência não estão ligados? Discordo! Quem é inteligente sabe valorizar o aspecto que apresenta.Nem que seja limitando-se a ser absolutamente natural.

Manuel Rocha disse...

F.

O gosto por mulheres muito musculadas não será tipico de algum grupo de homens semivirados-envergonhados ?

Tem que fazer um estudo sobre isto...

:)))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Manuel

Até fazia esse estudo, mas não tenho amostra nacional e não conheço institucionalmente essa atracção cá em Portugal, tal como existe nos USA e na Austrália. Só posso especular a partir de outros estudos escassos. :(

Aveugle.Papillon disse...

Obrigada! Arrumar/limpar a cozinha por todos n custa nada! ;)

Concordo consigo Manuel, quem é inteligente valoriza sempre o aspecto. É uma implicação necessária.
Mas, como diz o F., geralmente o inteligente, ou com mais rigor "o intelectual", é de compleição magra. :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Papillon

Os homens exageradamente musculados que tomaram drogas ilegais sangram das coxas, por causa de roçarem uma na outra. E podem morrer aos 30 anos.

Quando falei de aspectos corporais, referia-me à compleição física. A Papillon compreendeu! :)

Estamos longe uns dos outros e, por isso, não podemos ajudar nessas lides de casa. ;)

Aveugle.Papillon disse...

Há uns bisontes lá no ginásio q já ultrapassaram a fasquia dos 30!

Sobre as mulheres musculadas convém distinguir as q praticam culturismo das "enxutas", como dizem os brasileiros, i.e., mulheres q praticam musculação e q ficam grossas e rijas mas sem parecerem muito masculinas. Cá n há muito o culto deste tipo de beleza, (não obstante ser apreciado), mas no Brasil há.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Esses "bisontes" não devem tomar as drogas usadas no gado. :)

Aveugle.Papillon disse...

F.,

Acabei de ver um documentário da BBC - Guys and Dolls - http://video.google.com/videoplay?docid=3710987618964917848&hl=en
A era sintética do Amor n vive apenas através do computador, mas em manequins de borracha - "beleza incorruptível", como dizia um utilizador.
Mas à excepção desse que assumia um fetiche por bonecas, os outros alegavam ser "demasiado feios" ou "demasiado velhos" para encontrar uma parceira real. O ideal é o "realismo" - "more realism, better sex". O sexo é considerado excelente, pelo realismo da boneca, mas é reconhecido o seu carácter exangue: "it's just a doll, a very high form of masturbation".

N achei o documentário excelente, mas é interessante para leigos/as como eu. Sabia que era "comum" no Japão, país das taras, mas este filme é rodado nos USA e Inglaterra.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Prazer de borracha!
Há cada coisa: um mundo anda um pouco desnorteado. É difícil explicar esses prazeres: derivam da degradação da mente, do corpo e do ócio. São pessoas desocupadas e alimentadas, mas sem "cabeça", sem mente trabalhada.
Tempos tristes os nossos! :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Rapazes e bonecas de borracha!
Raparigas e vibradores!
Sabe que rapazes criados até aos 30 ou mais anos com as mães resulta nisso: desorientação masculina. Eles não querem casar; preferem vender as "cuecas manchadas" e masturbação. Tiveram muita mãe! E ficaram cansados: voltam-se para as bonecas de borracha e brincam.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

O pior é que este cansaço masculino pelas mulheres que se manifestam de múltiplas maneiras pode desencadear comportamentos anti-sociais preocupantes. É um preço que a sociedade tem de pagar "em branco", porque não temos conhecimento dessa nova realidade: o Y (cromossoma) é evolutivamente instável!

Aveugle.Papillon disse...

Sim, derivam de um problema que já enunciámos aqui: a apatia ou falta de empatia. Quando fala em "regressão cognitiva", penso que a mais grave tem acontecido na inteligência emocional/social. Daí um retrocesso ao estágio infantil do solipsismo e animismo.

È isso mesmo, Francisco! Dois deles foram criados exclusivamente pelas mães, e tiveram fortes laços com elas, tb atentei a esse aspecto.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Então, pensei bem! É um problema grave pouco estudado! Ninguém o quer ver! :(

Aveugle.Papillon disse...

Sim, já n há Don Juan(s)! A arte de seduzir perdeu-se - é custosa e cansativa! Assim espera-nos: homens e bonecas, mulheres e mulheres ou mulheres e vibradores? :)

Aveugle.Papillon disse...

Sim, talvez por ser pouco estudado, é que o realizador do documentário n deu voz a técnicos de saúde.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

É difícil falar no blogger, mas tenho observado as pessoas que me rodeiam ou que conheço e dou comigo a imaginar diversas hipótese e cenários.

As mulheres que não se casam e preferem (?) andar com um e outro ficam mesmo "desamparadas". Chega um momento é que ficam sozinhas e, como ninguém as quer, começam a andar com "velhotes casados".

Os homens têm sempre uma outra possibilidade, porque há muitas mulheres no mercado. Mas no fundo já não querem casar e, se o fazem, é para não ficarem sozinhos.

Tanto uns como os outras não pensaram no casamento como estratégia de evitar o peso da solidão! Mas nesta sociedade já quase ninguém tem controle sobre si mesmo...

Tenho observado um caso: filho com 30 anos (mais ou menos) sempre com a mãe; o irmão safou-se mas ele foi sufocado pela mãe que sai com ele SEMPRE e o pai não sei onde fica: em casa? O gajo não tem personalidade: uma alma penada sem sabor, sem mente, sem inteligência social. Depois levam o neto/sobrinho a passear!

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

E uma das razões disso é a falta de emprego e o incentivo para assumir mais jovens a vida adulta/autónoma. Depois há também a "ilusão da eterna juventude". Os pais acabam por ser demasiado egoístas: não abdicam do seu investimento afectivo: os filhos. E estes ficam infantilizados e com má formação sexual: muito sufocados pelos pais.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A sedução é muito pobre: é quase tiro e queda, talvez muito assediada. É isso: a sedução é assédio sexual consentido! :)

Manuel Rocha disse...

Perdeu-se a arte da sedução, Papillon ?!

A sério ?! Curioso...não tinha dado por nada...mas eu sou muito distraido...:))

Borracha ?!
Isso é pra quê ?!

:))

PS: temos que encontrar alternativas para a conversa informática, pois isto já não são comentários ao futebol, além de que demora imenso a chegar ao fim da lista.Assim não há condições, por Belenos !!

Aveugle.Papillon disse...

Sim, os problemas de solidão e falta de saúde sexual, diferem nas causas e sintomas entre homens e mulheres.
No entanto há algo que se cruza: a instabilidade, mesmo por parte das mulheres, que seria mais improvável. Há mútua falta de investimento pessoal nas relações, o compromisso esgota o seu sentido no seu chavão cultural pesado.
É o outro termo que deve ser reconstituído no seu valor original: "o homem é o animal que pode fazer promessas" diz Nietzsche, aqui reside a sua tragédia, mas aqui tb reside a sua magnanimidade. :)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Gosto muito desse conceito de Nietzsche: o homem é o ser que faz promessas. Também lhe digo que por vezes prometemos e somos impedidos de as cumprir. O homem é um animal cheio de loucuras! :(

Aveugle.Papillon disse...

Hmmmm... Nesse caso, como mulher, sou mais corajosa e forte. :)

Aveugle.Papillon disse...

Sim, Manuel, os Jovens fazem sexo e amam-se mas sem teatro! E eu gosto de teatro! A arte de seduzir, como arte que é, é mentira, mas eu gosto dela, e já são poucos os "afiliados"...

Manuel Rocha disse...

Quem foi que Nietzsche conseguiu seduzir com essa conversa ???

:))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Eu ando meio suicida! :((

Aveugle.Papillon disse...

Ui, a mim Nietzsche seduz-me com toda a sua força!

Ai,,, Francisco... :(

Manuel Rocha disse...

A sedução como arte e mentira ?!

Percebo que possa ser mentira, mas a isso chamo encenação. Sedução é algo diverso. É pegar na verdade dos sentidos e dizé-la. Pelo menos foi assim que a entendo e tento interpretar.

tem que me dizer quem são as suas "companhias"...;) Actores ?!

:))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

A Papillon vê a sedução como jogo; agora é fazer um sinal e já está a sedução consumada. É tudo muito fácil...

Aveugle.Papillon disse...

Sim, é mentira porque é exacerbação, encenaço, como queira. N digo mentira no sentido moral!

A minha companhia... por acaso fiz durante muitos anos teatro amador...
:)

Manuel Rocha disse...

O Francisco anda a precisar de ser seduzido...e não é por uma boneca japonesa....:))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

No Teatro a sedução é mais reduzida. É avançar... e zás: acto consumado.

Manuel Rocha disse...

Sinceramente, meus amigos, percebo a sedução como jogo mas não como mentira. Melhor: não sei jogar mentindo. Não aprecio jogos viciados. Mas eu sou Marroquino, claro...:))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Manuel

Reduzido já ando um pouco. Daí o meu tédio.

Papillon

Sabe outra coisa: a assexualidade está muito alastrada. Há gente que já não faz sexo, porque não vale a pena fazê-lo. Não resolve as necessidades afectivas das pessoas...

Aveugle.Papillon disse...

Sim, Manuel, parte da verdade do que se sente mas é uma mise-en-scène! E eu n acho nada de mal nisso. È como ir ao teatro: falar verdade a mentir, diz Garrett.

Aveugle.Papillon disse...

Assexualidade? Isso é o regime das conquilhas do Algarve que cozinhei na semana passada. ;)

Bom, mas há assexualidade das pessoas solteiras, q pode n ser bem uma assexualidade, pois podem ter desejo e consumá-lo na masturbação. E há assexualidade vivida entre casais, q n praticam sexo porque "n sentem desejo".

Manuel Rocha disse...

Tenho o rato a reclamar das viagens por esta imensa tira de comentários...


P e F,

O tema é muito interessante. Admito que tenham razão na generalização que estabelecem.
Pessoalmente, nunca me passaria levá-lo à prática nesse registo. Até porque não me parece que daí decorra qualquer mais valia para o que se pretende. Ou seja, não é de mero "engate" que estamos a falar, certo ? Estamos a falar naquilo que considero que deve ser estruturante numa relação saudável entre Mulher e Homem. Ou seja, de manter viva a chama olimpica da sensualidade. Nunca fui a qualquer ensaio para o efeito...Talvez precise, não sei...;)

Aveugle.Papillon disse...

A arte de seduzir pode ser para conquistar - "engatar" - e para conservar.

Mas acho que, como arte, é técnica, ou seja é empírico, aprende-se. :)

Não se preocupe Manuel, mesmo virtualmente, a sua técnica adivinha-se sofisticadíssima. ;)

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Pode ser mesmo "engatar" para conservar: casos há em que resultou em crianças.:)))

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Fui até às Antas (Dragão) e, para ver umas coisas, perdi-me e passei a Ponte do Freixo e dei à volta toda. É o que faz andar acelerado: uma vez fui até Lisboa. Adoro passear à noite! Vou acabar o post. Durmam felizes! :)

Aveugle.Papillon disse...

Sim, os pedófilos são no mau sentido (imoral), grandes artistas da sedução e manipulação.

Manuel,
a sedução é mesmo arte/técnica, mas se calhar no seu caso ela flui-lhe naturalmente, é como um dom. Há objectos artísticos que foram paridos com grande esforço e outros com a maior das levezas. ;)

Francisco,
Já está melhor! O seu problema é "bichos carpinteiros".

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Bom dia Papillon

Estou bem! Trabalhei até tarde ontem para ter o post concluído a tempo. :)

Miguel Vieira disse...

Gosto imenso de lêr aquilo que escreve, mas nesta sua opinião deixe-me referir que "estalou verniz". Demonstra falta de conhecimento de factos, assim como se esqueçe que muitos politicos que governam em Lisboa são provenientes do Norte.Quer que eu lhe refira cem nomes para começar? ou quer que lhe faça a lista desde o nascimento da Nação? Poupe-me a tanto por favor.

J Francisco Saraiva de Sousa disse...

Caro Miguel Vieira

Sim, tem razão quando diz que "muitos politicos que governam em Lisboa são provenientes do Norte." A minha crítica dirige-se a todos, independentemente da sua proveniência regional. E mesmo no Porto existem muitos políticos do mesmo estilo: é um facto real, infelizmente.